Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Mobile
Anúncio - banner mobile 2022
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Lar Santa Faustina
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
HOMENAGEM ESPECIAL
O que faz a assistente social em um hospital?
Hoje é o Dia Nacional da Assistência Social
Publicado em 07/12/2021 às 20:37 Ítalo
O que faz a assistente social em um hospital?

A imagem de médicos e enfermeiros cuidando de pacientes é a primeira coisa que vêm à mente da maioria das pessoas quando se fala em trabalho hospitalar.

Porém, um grande hospital envolve o trabalho de uma gama diferenciada de profissionais de áreas muito distintas, como é o caso dos assistentes sociais.

Nesta terça-feira - 7 de dezembro – quando comemora-se o Dia Nacional da Assistência Social fomos conhecer de perto a rotina da assistente social do Hospital e Maternidade NOROSPAR, Thais Godinho. A profissional está prestes a completar 10 anos na função e é apaixonada pelo que faz. “No trabalho hospitalar precisamos ter um olhar sensível. Estou aqui para garantir o direito dos usuários, tendo como foco os pacientes e seus familiares. A assistente social é o elo entre o hospital, a família, o paciente e a Rede de Apoio.”, define. E trabalho não falta.

Thais realiza diariamente vários atendimentos, que inicia com o acolhimento ao paciente internado e seus familiares. Todos passam por uma triagem a fim de identificar aspectos de vulnerabilidade social, como negligência, violência, abandono, abuso sexual, entre outros.

“Nesses casos, contamos com uma ampla Rede de Apoio, formada por órgãos da Saúde, Segurança Pública, Serviço Social, entre outros, em Umuarama e também nos municípios da 12ª Regional de Saúde.

Nosso trabalho é orientar e, em alguns casos, acionar esses órgãos competentes”, explica.

A assistente social do NOROSPAR também é responsável pelo preenchimento da DNV - declaração de nascido vivo, que é o documento nescessário para os pais realizarem o Registro de Nascimento dos filhos. Outro atendimento bem importante realizado por ela é o acolhimento dos familiares após notícia de óbito, "Realizamos o acolhimento dos familiares logo após a Comunicação de Óbito ser feita pelo médico. Prestamos um serviço de apoio e orientação sobre documentação e os procedimentos fúnebres.

COVID-19: UM DESAFIO

Para a experiente assistente social, a Pandemia de Covid-19 trouxe enormes desafios para o trabalho de assistência ao paciente internado. “Quer seja assistente social, psicóloga, enfermeiros, médicos, enfim... tem sido um desafio para todos nós. Nossas profissões são de contato, de suporte, de intervenção física. Nesse sentido tivemos que nos adaptar para continuar prestando a melhor assistência, com a devida segurança. E estamos conseguindo vencer”, desabafou Thais.

HUMANIZAÇÃO

É o Serviço de Assistência social que coordena as ações de Humanização realizadas em todos os setores do hospital. “Esse trabalho envolve não só os pacientes e seus familiares, mas também colaboradores, prestadores de serviço, as pessoas da comunidade e também conta com o apoio de voluntários. Durante todo o ano são realizadas campanhas socioeducativas voltadas a divulgar informações sobre saúde, bem-estar, direitos, além de ações de integração”, explica Thais.

SOLIDARIEDADE

O trabalho da Assistente Social hospitalar inclui apoio e amparo às pessoas mais necessitadas. A Maternidade do Hospital Norospar é referência através do SUS para a 12º Regional de Saúde em partos de baixa, média e alta complexidade e recebe gestantes de toda a região. São em média 200 nascimentos por mês, somente pelo SUS. “Muitas pacientes são de famílias extremamente carentes e chegam ao hospital praticamente sem enxoval para o recém-nascido. Diante disso, ao longo do tempo formamos uma rede de voluntariado e realizamos campanhas de arrecadação de roupas e fraldas. Quando detectamos uma parturiente com essas necessidades, entregamos a ela um kit de enxoval que irá ajudar a suprir as necessidades do bebê nos primeiros dias de nascido”, conta Thais.

Segundo ela, o Serviço de Assistência Social mantém um estoque para esses casos e todas as doações são bem-vindas. Quem quiser doar, pode levar roupas de recém-nascidos, mantas, cobertores e fraldas descartáveis e entregar na recepção do Hospital Norospar. Mais informações pelo telefone (44) 3621-1299.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também