Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Mobile
Anúncio - Mobile
Anúncio - Mobile
Anúncio - Banner mobile
Anúncio - AGOSTO
Anúncio - rodape mobile
Anúncio - Exames de Imagem mobile
GASTRONOMIA
Ó delícia, o aroma dos panetones e chocotones está por todos os lados!
O sofisticado pão doce de origem italiana é o símbolo do Natal...
Publicado em 13/11/2017 às 19:41 Italo
Ó delícia, o aroma dos panetones e chocotones está por todos os lados!

Símbolo gastronômico do Natal, o panetone é tão irresistível quanto a própria Ceia natalina. O sofisticado pão doce de origem italiana recheado de frutas cristalizadas, castanhas ou chocolate, com cheiro e sabor de Natal, é unanimidade entre todas as idades.

Entre tantas opções culinárias para celebrar a data, nem mesmo as bebidas conseguem superar o alto consumo de panetone. A paixão se agigantou tanto que deixou de ser um privilégio de fim de ano e desde outubro já vem sendo vendido e consumido, seguindo assim até depois do Ano Novo – quando as indústrias e os supermercadistas lançam as ofertas pós-natalinas.

NOVIDADES NÃO SUPERAM OS PANETONES TRADICIONAIS...

Além daqueles tipos com receitas tradicionais, em 2017 foram lançadas várias novidades: os recheados de sabores de frutas vermelhas, sonho de doce de leite, trufado e até paçoca! Exageraram até: em São Paulo criaram a versão panetone-pizza – que nada mais é do que a pizza feita com massa de panetone, coberta de frutas... Pode?

Todo ano ‘inventam’ algo diferente... Mas, como aconteceu no ano passado, nenhum dos lançamentos supera aquele panetone tradicional, que atravessa gerações aqui no Brasil e no mundo.

As novidades servem para enfeitar a mesa natalina e causar surpresa entre os parentes e familiares. Por isso, os confeiteiros recomendam primeiro comprar o panetone tipo italiano, cujo sabor é incomparável e imbatível.

Quanto aos preços, o correto é pesquisar marcas de qualidade, já conhecidas de outros Natais, para evitar correr o risco de não gostar do sabor de uma diferente daquela que costuma consumir.

E TEM AINDA A FABRICAÇÃO CASEIRA...

Antigamente, muita gente preferia fazer os panetones em casa, aproveitando aqueles fornos de fazer pão caseiro que existiam nos fundos dos quintais. Era, inclusive, motivo de confraternização entre a família preparar aqueles deliciosos pães doces lotados de passas para agradar os parentes e até os vizinhos com as receitinhas da vovó...

De uns tempos para cá, o Natal virou uma nova fonte de geração de renda popular: a produção de panetones caseira. Isso, virou negócio, comércio, e muitas famílias faturam uma boa renda extra produzindo os panetones artesanais que são vendidos por encomenda.

Neste mês de novembro, vale citar também, escolas profissionalizantes – como o Senac – costumam ministrar cursos presenciais, ensinando técnicas e segredos de como preparar a massa ideal.

E, claro!, nestes tempos modernos em que reina absoluta a internet, há os cursos online que ensinam receitas maravilhosas.

Enfim, nem percebemos e já estamos no Natal. Prova disso é o aroma inconfundível dos panetones que está no ar... Ele é irresistível! Então, sugiro, para encerrar estas linhas, que saboreiem um mini-panetone, afinal a gente tem que manter a forma... Vai ser difícil, mas vale tentar! (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

www.coluunaitalo.com.br

 

 

Anúncio - banner interno Anúncio - Banner interno
Comentários
Veja também