Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Banner mobile
Anúncio - Mobile
Anúncio - Mobile
Anúncio - Mobile
Anúncio - Móbile
Anúncio - Exames de Imagem mobile
Anúncio - AGOSTO
Anúncio - Banner Mobile
Anúncio - Natal mobile
Anúncio - rodape mobile
PARQUE LARANJEIRAS
Máquinas pesadas constroem uma ponte resistente!
Enfim, uma obra definitiva, que não vai ser qualquer chuva que vai demolir!
Publicado em 29/03/2018 às 08:59 Italo
Máquinas pesadas constroem uma ponte resistente!

A construção da ponte sobre o Córrego Pinhalzinho, no Parque Laranjeiras, entrou na fase de conclusão com a instalação das vigas que vão formar a laje de sustentação.

O prefeito Celso Pozzobom e o secretário municipal de Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos, Isamu Oshima, acompanharam a chegada do material na manhã desta terça-feira (27), e a colocação das primeiras vigas, doadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) através de tratativas do deputado estadual Fernando Scanavaca, que representa Umuarama junto ao governo do Estado.

Ao comentar a obra, o prefeito lembrou que o início demorou além do previsto por conta do projeto. “Queremos uma obra definitiva, para resolver de uma vez por todas o problema que a ponte antiga representava, exigindo reparos e cuidados a cada chuva forte. Estamos investindo aqui mais de R$ 650 mil em recursos próprios, provenientes de receitas como o IPTU e outros tributos municipais”, disse Pozzobom.

Ele estima que, se não houver imprevistos, a ponte possa ser entregue nos próximos 30 dias. A base dos dois aterros foi reforçada por pedra rachão, que também auxiliará na drenagem das nascentes sob as alas de concreto.

Para acesso do guindaste usado para a colocação das vigas, que começou por volta das 10 horas, a empresa responsável pela obra preencheu o primeiro aterro. A próxima etapa é preencher o vão entre as vigas com ferro e concreto, aplicar as placas pré-moldadas e implantar a segunda laje.

O secretário Isamu Oshima lembrou que a ponte é bem reforçada. A escavação do solo para fixar as cerca de 90 estacas de sustentação utilizou concretagem durante a perfuração. “O terreno é muito instável. O solo é frágil, além de encharcado pelo grande número de nascentes. Por isso, utilizamos o sistema de hélice contínua com monitoramento e preenchimento instantâneo com concreto usinado”, recordou.

A ponte terá 13 metros de extensão, por cerca de 11 metros de largura e pouco mais de 4 metros de altura. As alas contam com um pequeno grau de inclinação de forma a proteger o aterro. Serão 8 metros reservados para o trânsito de veículos e dois passeios laterais protegidos de 2 metros em cada lado da estrutura, uma passagem segura para ciclistas e pedestres. Quando concluída, restabelecerá a ligação entre a Rua das Azaleias e a José Balan, bloqueada desde novembro passado com o colapso da antiga ponte.

Sobre as fundações e alas em concreto armado a ponte terá 18 vigas de concreto. O sistema de construção é o mesmo utilizado nas rodovias, pelo DER. “O vão para a passagem do córrego terá 4 metros por 12 metros de largura, com alas bem alongadas para absorver a velocidade e a força das águas”, completa o prefeito, que tem acompanhado de perto as obras. “A empreiteira também vai limpar o leito do rio, deixando a passagem livre”, completou Pozzobom.

www.colunaitalo.com.br

Máquinas modernas e pesadas, equipes de operários e material resistente estão construindo uma ponte de verdade no Córrego Pinhalzinho...

Anúncio - banner interno Anúncio - Clarineis interno
Comentários
Veja também