Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Mobile
Anúncio - Móbile
Anúncio - Mobile
Anúncio - Banner mobile
Anúncio - Mobile
Anúncio - AGOSTO
Anúncio - Exames de Imagem mobile
Anúncio - rodape mobile
Anúncio - Natal mobile
Anúncio - Banner Mobile
SEGURANÇA
Tudo pronto para o Maio Amarelo: “Nós somos o transito”
Movimento nacional visa redução de mortes e feridos graves no trânsito
Publicado em 30/04/2018 às 08:56 Italo
Tudo pronto para o Maio Amarelo: “Nós somos o transito”

Já está definido o tema do Movimento Maio Amarelo para 2018. Com o mote “Nós somos o trânsito”, o Movimento chega à sua 5ª edição e fomenta na sociedade discussões e atitudes voltadas à necessidade urgente da redução do número de mortes e feridos graves no trânsito. O tema foi discutido com a Associação Nacional de Detrans (AND) e foi apresentado em reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Assim como em 2017, o tema de 2018 propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e propõe uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.

De acordo com o Observatório Nacional de Segurança Viária, os acidentes não acontecem, mas sim são frutos de escolhas inadequadas e arriscadas. Para José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do Observatório e idealizador do Movimento Maio Amarelo, 90% dos acidentes têm como motivação as falhas humanas como imperícia, imprudência e desatenção. “Somos os responsáveis pelos nossos atos no trânsito e ter consciência clara disso é um dos caminhos para a reversão do triste cenário não só do Brasil, mas de todo o mundo”, ressalta.

SOBRE O MAIO AMARELO

O Movimento Maio Amarelo nasceu para chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.

Acompanhando o sucesso de outros movimentos, como o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul”, os quais, respectivamente, tratam dos temas câncer de mama e próstata, o “Maio Amarelo” estimula atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito.

www.colunaitalo.com.br

Em comemoração ao quinto aniversário da Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020, celebrado em maio, o Congresso Nacional estará com iluminação amarela durante todo o mês.

FOTO: Alberto Ruy

Anúncio - banner interno Anúncio - Clarineis interno
Comentários
Veja também