Coluna Italo | Celebração enfatiza a necessidade de duplicação da PR-323

Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Ponta de Estoque mobile
Anúncio - Cursos Tecnicos
Anúncio - Mobile
Anúncio - Interlagos mobile
Anúncio - AGOSTO
Anúncio - rodape mobile
MISSA
Celebração enfatiza a necessidade de duplicação da PR-323
Igreja, comunidade e sociedade civil organizada unidas por essa causa!
Publicado em 02/05/2018 às 17:39 Italo
Celebração enfatiza a necessidade de duplicação da PR-323

No Dia do Trabalho, a comunidade umuaramense se reuniu em uma missa de apoio às famílias de vítimas da rodovia estadual PR-323.

Além do aspecto religioso, a missa pretende chamar a atenção dos órgãos públicos responsáveis pela duplicação da rodovia, prevenindo acidentes e reduzindo os números de mortes no trecho entre Umuarama e Maringá.

A celebração fugiu do convencional e foi realizada fora da igreja, no pátio do Auto Posto 3 Cavalos, à margem da rodovia. Para Celiane e Willian Melo, proprietários do posto, interromper as atividades cotidianas em prol dessa causa é uma forma de se solidarizar com as famílias enlutadas.

O padre Carlos Alberto, assessor da pastoral de Comunicação da diocese de Umuarama, diz que há cinco anos missas são celebradas no dia do trabalho ali no posto e a cada ano, há mais apoio à inciativa.

Willian Melo disse que pretendem ir além em apoiar as famílias enlutadas: “Vamos construir uma capela aqui, ao lado do posto, para que as famílias possam trazer as fotos dos parentes que foram vítimas de acidentes na PR-323. São muitas pessoas”, explica.

SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA

O grupo “Vítimas do Descaso”, que reúne forças em favor da duplicação da PR-323, esteve presente. Sérgio Frederico, presidente do grupo, conta que mais de 700 mortes foram registradas nos últimos dez anos, além de vítimas que carregam ainda as sequelas de acidentes.

De acordo com Sérgio Frederico, o grupo Vítimas do Descaso recebeu recentemente a promessa da governadora Cida Borghetti sobre a duplicação da rodovia: A abertura de licitação para a modernização de 20,7 quilômetros de trecho dos 216 quilômetros totais da rodovia. “É um começo, mas a nossa luta ainda vai longe”, lamenta Frederico.

Parte do grupo de comissão Vítimas do Descaso.

APOIO

Também presentes na missa, estiveram padres, diáconos e fieis das 46 paróquias de Umuarama. De acordo com a assessoria de comunicação da Igreja na região, cerca de mil pessoas participaram da celebração ministrada pelo bispo Dom João Mamede.

Para o bispo Mamede a missa é uma ação de solidariedade às famílias enlutadas, celebrar a fé e “interceder pela salvação das vítimas da PR-323”.

Sobre a manifestação em favor da duplicação da rodovia PR-323, Dom Mamede ainda disse que a igreja incentiva iniciativas como essa. “Ser cristão significa que a fé deve repercutir na sociedade. O Reino de Deus diz respeito a cada ser humano”, completa.

Por Anita Leite

www.colunaitalo.com.br

Comentários
Veja também