Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - arte nova mobile
ATÉ QUANDO VAI???
Inflação descontrolada: Alta de preços muda hábitos alimentares
Exemplo: 67% da população cortou o consumo de carne bovina
Publicado em 21/09/2021 às 14:17 Italo
Inflação descontrolada: Alta de preços muda hábitos alimentares

Pesquisa de opinião pública mostra que a maior parte dos brasileiros mudou hábitos alimentares por causa do aumento de preços.

Os brasileiros estão sentindo na mesa do café, do almoço e do jantar os reflexos da inflação que sobe todo mês, situação que não se via há mais de vinte anos. Para 86%, itens básicos, como alimentos e bebidas, foram os que mais subiram de preço.

Por conta disso, 63% disseram que mudaram hábitos alimentares para equilibrar o orçamento. Pesquisa Datafolha realizada de 13 a 15 de setembro mostra que 85% dos brasileiros reduziram o consumo de algum item alimentício desde o início do ano, com destaque para carne de boi, refrigerantes, sucos e laticínios. No sentido contrário, cresceu o consumo de ovo como proteína substituta. De acordo com o levantamento, 67% cortaram o consumo de carne vermelha; 51% o de refrigerantes e sucos e 46% o de leite, queijo e iogurte. Pão francês, pão de forma e outros pães aparecem com 41% de redução.

Outros itens básicos, como arroz, feijão e macarrão, estão sendo menos consumidos por 34%, 36% e 38% da população, respectivamente.

O consumo de frango, porco e outros tipos de carne e do grupo frutas, legumes e verduras também teve queda relevante.

O índice de inflação ao consumidor em 12 meses está próximo de 10%, mas a alta da alimentação em domicílio chega a 17%, com destaque para produtos como arroz (33%), carnes (31%), ovos (14%) e leites e derivados (12%).

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também